(24) 3326-2319

(24) 3339-3765

Av. Beira Rio, nº2232, Vila Mury, Volta Redonda - RJ

Aberto de Segunda a Sexta (09 ás 18h) Sabado das 09 ás 13h

Home Sobre Fazenda Lojas Clientes Produto Serviços Projetos Blog Contato

Nossos Produtos



  • Pimenta do Reino

    A pimenta-preta, também conhecida como pimenta-do-reino e pimenta-redonda, é uma trepadeira nativa da Índia que pode atingir 4 metros de altura. Seus frutos, do tipo drupa, são classificados de acordo com o grau de maturação e o tratamento que recebem, o que leva a sabores distintos e a usos variados na culinária.

    Veja Mais
  • Pau Brasil

    Esta é uma das árvores nativas mais comentadas, por vários motivos: É a árvore da qual se originou o nome do nosso país, e tem um grande referencial em nossa história. Durante muito tempo, no período da colonização, foi o principal sustentáculo da economia do país, sendo exportada para a Europa para se extrair uma tinta vermelha usada para colorir roupas (na época era muito raro encontrar formas de se obterem roupas com cores diferentes). Por último, é considerada uma árvore em extinção no seu habitat natural, devido a esta extração predatória.

    Veja Mais
  • Ipê Roxo

    Madeira muito pesada, impermeável, resistente ao ataque de organismos xilófagos e muito dura ao corte, cerne pardo acastanhado ou pardo-alva-claro, geralmente uniforme, às vezes com reflexos esverdeados, textura fina a média, uniforme, grã direita ou revessa, superfície pouco lustrosa e medianamente lisa ao tato; cheiro e gosto imperceptíveis. Sua madeira apresenta grande durabilidade, sendo muito utilizada na construção civil.

    Veja Mais
  • Ipê Rosa

    É o primeiro dos Ipês a florir no ano, inicia a floração em Junho, mas ainda pode ser encontrado com flores até Setembro. Esta espécie se confunde bastante com outras também de flor roxa, como a Tabebuia impetiginosa e a Tabebuia heptaphylla, porém trata-se de uma espécie exótica, proveniente da América central. São muito utilizadas no paisagismo urbano, por sua beleza e desenvolvimento rápido. Identificada facilmente por ter folhas maiores que os outros ipês, e por geralmente apresentar floração com presença de folhas.

    Veja Mais
  • Ipê Branco

    Em vários tons pelo Brasil à fora, o ipê-branco é nativo apenas na região central do país, podendo ainda se estender em partes dos estados de Minas Gerais, e Norte de São Paulo, eventualmente, além é claro dos estados de Goiás e Mato Grosso do Sul, onde predomina de modo espontâneo.

    Veja Mais
  • Ipê Amarelo

    O ipê amarelo é a árvore brasileira mais conhecida, a mais cultivada e, sem dúvida nenhuma, a mais bela. É na verdade um complexo de nove ou dez espécies com características mais ou menos semelhantes, com flores brancas, amarelas ou roxas. Não há região do país onde não exista pelo menos uma espécie dele, porém a existência do ipê em habitat natural nos dias atuais é rara entre a maioria das espécies.

    Veja Mais
  • Cravo da Índia

    O cravo-da-índia (Syzygium aromaticum L.) é da família Myrtaceae, é uma árvore de grande porte, chegando atingir de 12 a 15m de altura e o seu ciclo vegetativo alcança mais de cem anos.

    No Brasil, praticamente apenas a Bahia produz esta especiaria de forma comercial na Região do Baixo Sul, representada pelos municípios de Valença, Ituberá, Taperoá, Camamu e Nilo Peçanha, sendo estes os principais produtores e mais ao Sudeste o município de Una. De acordo com o Centro de Extensão Rural da Ceplac, a área plantada é estimada em cerca de 8.000 hectares e produção de 4.000 toneladas. Ë uma cultura de grande importância sócio-econômica para os municípios produtores, visto que a maioria dos agricultores que cultivam o craveiro é de mini e pequenos produtores. O seu produto de valor comercial é a flor desidratada de largo uso na culinária brasileira, na medicina e na perfumaria.

    Veja Mais
  • Canela

    A canela é uma árvore originária do Ceilão, da Birmânia e da Índia e conhecida há mais de 2500 anos a.C. pelos chineses. Seu nome científico,"cinnamomum", segundo referências, é derivado da palavra indonésia "kayu manis", que significa "madeira doce". Mais tarde, recebeu o nome hebreu "quinnamon", que evoluiu para o grego "kinnamon".

    A canela era a especiaria mais procurada na Europa e seu comércio era muito lucrativo. O monopólio do comércio da canela esteve nas mãos dos portugueses no século XVI, passou para os holandeses, com a Companhia das Índias Orientais, quando esses expulsaram em 1656 os portugueses do Ceilão, e depois, passou para as mãos dos ingleses, a partir de 1796, quando esses ocuparam essa ilha.

    Veja Mais
  • Romã

    O fruto pode ser consumido ao natural, ou como sucos e geléias ou vinho chamado “grenadine”. Há um xarope feito do suco. Como a casca contém 30% de tanino, pode ser usada para curtir couro. Tem propriedades terapêuticas e é usada na medicina popular.

    Veja Mais
  • Pokan

    A colheita da laranja pokan começou em maio. Como a safra foi pequena, os produtores já estão encerrando os trabalhos nas plantações. Cerca de oitenta por cento das frutas já foram colhidas no pomar.

    Veja Mais

Pages